| | |
| | |
Tests | Inteligencia Emocional | Artículos | Materias
La página en español con mayor contenido sobre Aprendizaje y Técnicas de Estudio 

Técnicas-de-Estudio.org
La Web
Capacitación y entrenamiento gratuitos
Para estudiantes, docentes, ejecutivos y profesionales

Más de 1000 páginas
Artículos, cursos, técnicas, tutoriales, ejercicios, materias


Para todos los países
de habla española

Dominar herramientas 
eficaces para estudiar.
Eliminar toda dificultad 
en el aprendizaje.
Ahorrar tiempo para dedicarlo a otras actividades personales o aprender más cosas en el mismo período.
Recibirse en un tiempo 
menor al pensado.
Contar con nuevos métodos de trabajo intelectual.
Desarrollar habilidades emocionales.

Cómo aprovechar este sitio


"Lo fundamental de todo proceso pedagógico es el aprendizaje y no la enseñanza. Es el aprendizaje del estudiante y su participación el logro deseado." (Unesco, 1995)
 



Estudiar con un Método Vs. Estudiar
Sin un Método

Si hiciéramos una analogía entre tu mente y una PC, la diferencia entre estudiar CON un método de aprendizaje o estudiar SIN ese método, es muy parecido a la diferencia que existe entre una PC que contiene un buen software’ y otra que no lo contiene.


Test - Cuáles son
tus debilidades para estudiar


Test de Autoevaluación:
¿Sabes estudiar
bien?


ARTIGOS EM PORTUGUÉS


Contribuições da psicologia à educação escolar

Maluf, M. R. (2004). Psicologia Educacional: questões contemporâneas. São Paulo: Casa do psicólogo, 222p.

O livro em questão é resultado de um projeto de cooperação entre a Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e o Comité Franòais d’ Évaluation da la Coopération Universitaire avec le Brésil (COFECUB). O projeto “Desenvolvimento das competências, integração escolar e social de crianças e adolescentes”, aconteceu entre os anos 2000 e 2003.

No Brasil, o projeto foi coordenado pela professora Doutora Maria Regina Maluf do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo e na França, pelo professor Doutor Michel Deleau de l’ Université de Rennes. Os textos, portanto, são resultados de pesquisas gerados por docentes, mestrandos e doutorandos.

O primeiro capítulo aborda a construção da identidade sexuada durante os primeiros anos de vida. Os autores analisam resultados de pesquisa de 1963 ‘a 2001, perpassando por questões como determinismo genético, a teoria da aprendizagem social e os enfoques cognitivos. Este texto favorece ao leitor uma visão do desenvolvimento dos papéis relacionados ‘a sexualidade masculina ou feminina.

O capítulo dois, relata o entendimento que elas elaboram, durante os primeiros anos de vida, a respeito da mente, ou seja, as intenções, os pensamentos e crenças das outras pessoas que convivem com elas. O texto aborda o que é teoria da mente e destaca os trabalhos precursores realizados no Brasil, citando também os primeiros trabalhos que surgiram na literatura internacional. É um texto de extrema importância para os leitores que desejam conhecer sobre o assunto ou até mesmo atualizar-se sobre as pesquisas da área.

No terceiro capítulo, as autoras fazem uma revisão das pesquisas que demonstram a relação entre consciência fonológica e alfabetização. A partir dessa introdução teórica, o leitor encontrará resultados de uma experiência de intervenção experimental em crianças pré-escolares, cujo objetivo foi verificar os efeitos de um programa de intervenção em consciência fonológica sobre a aquisição da linguagem escrita. Os resultados apontam uma interação entre habilidades metafonológicas e aquisição da linguagem escrita.

A dimensão morfológica nos principais modelos de aprendizagem da leitura, constitui o título do quarto capítulo. Os autores franceses iniciam o texto com uma breve explicação a respeito dos princípios da leitura e da escrita, abordando a fonologia e a morfologia. Para discutir especificamente a questão da morfologia, o leitor se depara com uma explanação a respeito dos modelos de etapas e conexionista, aprendizagem da leitura. As reflexões finais sugerem que a morfologia intervém no reconhecimento de palavras escritas, desde o primeiro ano de aprendizagem da leitura, quando as crianças não dominam plenamente o código alfabético. Sugerem também, que se deve considerar a estrutura morfológica como facilitadora do processamento da leitura.

Baseando-se em reflexões feitas sobre autores que abordam a questão, o texto do capítulo cinco, nos remete ao conceito de interação social colocando a tutoria como uma das formas de interação. Para obter um panorama geral do assunto, as autoras comentam as origens da tutoria, citando posteriormente, estudos mais recentes e no final do capítulo discursam sobre as implicações para a Educação. Tais implicações evidenciam alguns pontos importantes sobre a tutoria como estratégia de aprendizagem a ser adotada com vistas ao sucesso escolar, os níveis de escolarização, prevenção do fracasso escolar na aquisição da leitura e escrita no ensino fundamental e ajuda na inclusão de alunos com necessidades especiais no sistema regular de ensino.

A violência aparece como tema no capítulo seis é discutida ao longo do texto a evolução da conduta agressiva e as crenças e sentimentos envolvidos na agressão. A partir desta introdução, a autora nos remete a pensar sobre formas não violentas de resolver conflitos, educando para a negociação. A prática de resolução de conflitos através de oportunidades reflexivas geradas pelo professor, traz a possibilidade de desenvolvimento da autonomia, trabalhando na relação a percepção de si mesmo e do outro.

O último capítulo suscita algumas reflexões sobre a influência da Internet no falar de si, na exploração do si mesmo e na construção de fronteiras da intimidade durante a adolescência. Apresenta inicialmente o contexto da comunicação virtual baseando-se em estudos recentes sobre o tema. Os autores relatam os Resenhas 316 resultados de suas pesquisas, despertando no leitor importantes descobertas e suscitando novas reflexões a respeito.

No final de cada capítulo encontram-se as referências bibliográficas dos assuntos pesquisados, propiciando ao leitor consulta posterior se assim desejar. A leitura deste livro é recomendada a todos os profissionais da área educacional, uma vez que oferece vários temas atuais que permeiam o processo educativo.

Jussara Fernandes
Mestranda da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)A

 

 

Volver al Indice de Artículos


 

Test de Orientación Vocacional
 


Cómo triunfar
en los exámenes

 



EL SER HUMANO QUE ESTUDIA Y DESARROLLA SUS APTITUDES INTELECTUALES Y EMOCIONALES, TIENE MÁS POSIBILIDADES DE PROGRESO EN LA VIDA,
Y OBVIAMENTE HABRÁ DE SENTIRSE MEJOR CONSIGO MISMO.

Contacto


Técnicas | Memoria | Comunicación | Lectura Veloz | Inteligencia | Investigación | Comprensión de textos | Vocabulario