| | |
| | |
Tests | Inteligencia Emocional | Artículos | Materias
La página en español con mayor contenido sobre Aprendizaje y Técnicas de Estudio 

Técnicas-de-Estudio.org
La Web
Capacitación y entrenamiento gratuitos
Para estudiantes, docentes, ejecutivos y profesionales

Más de 1000 páginas
Artículos, cursos, técnicas, tutoriales, ejercicios, materias


Para todos los países
de habla española

Dominar herramientas 
eficaces para estudiar.
Eliminar toda dificultad 
en el aprendizaje.
Ahorrar tiempo para dedicarlo a otras actividades personales o aprender más cosas en el mismo período.
Recibirse en un tiempo 
menor al pensado.
Contar con nuevos métodos de trabajo intelectual.
Desarrollar habilidades emocionales.

Cómo aprovechar este sitio


"Lo fundamental de todo proceso pedagógico es el aprendizaje y no la enseñanza. Es el aprendizaje del estudiante y su participación el logro deseado." (Unesco, 1995)
 



Estudiar con un Método Vs. Estudiar
Sin un Método

Si hiciéramos una analogía entre tu mente y una PC, la diferencia entre estudiar CON un método de aprendizaje o estudiar SIN ese método, es muy parecido a la diferencia que existe entre una PC que contiene un buen software’ y otra que no lo contiene.


Test - Cuáles son
tus debilidades para estudiar


Test de Autoevaluación:
¿Sabes estudiar
bien?


ARTIGOS EM PORTUGUÉS


As perspectivas da psicologia escolar/ educacional

Com base nesse tema, psicólogos, pesquisadores e muitos estudantes interessados na área reuniram-se em Salvador-BA, no mês de abril, para o VI Congresso de Psicologia Escolar e Educacional (VI CONPE). O evento teve a participação de aproximadamente mil inscritos e os trabalhos apresentados foram atinentes a diferentes sub-temas a saber, Avaliação e medidas no contexto escolar; Desenvolvimento humano; Educação infantil; Educação informal; Ensino de psicologia; Ensino fundamental; Ensino médio; Ensino superior; Família; Formação do educador; Formação do psicólogo escolar/educacional; Fracasso escolar/evasão; Leitura/escrita; Necessidades especiais/inclusão; Orientação profissional; Pesquisa em psicologia escolar/educacional; Prevenção; Tecnologia educacional e Terceira idade.

Pudemos contar com o acolhimento carinhoso do povo baiano e, em especial, com o apoio irrestrito do corpo diretivo e dos docentes e alunos da Faculdade Ruy Barbosa, que sediou nosso evento. A Comissão Organizadora, coordenada pela Profa. Dra. Nádia Rocha, teve um papel preponderante para que o VI CONPE pudesse acontecer nos padrões desejados. Foi uma oportunidade ímpar de agregarmos congressistas advindos da grande maioria dos estados brasileiros, o que reforçou nosso propósito de que cada um dos nossos congressos, que têm caráter nacional, ocorra em uma das diversas regiões do país para permitir uma participação mais ampla daqueles que se encontram fora do eixo Rio - São Paulo.

As atividades apresentadas, nos quatro dias de duração do evento, foram propostas por professores universitários, pós-graduandos e profissionais da área, que ofereceram uma extensa gama de trabalhos em forma de conferências, mesas-redondas, simpósios, cursos e workshops que demonstraram as características da produção científica na área, bem como, a diversidade de práticas profissionais. É importante ressaltar que as seções de comunicação oral e os painéis apresentados contribuíram, em muito, para que pudéssemos registrar e divulgar a amplitude de interesses e de abordagens presentes em nossa área. Duas novas modalidades, não existentes nos congressos anteriores – ‘Depoimento’ e ‘Partilhando Experiências’ foram ricas o suficiente para serem citadas positivamente na avaliação dos participantes, o que significa que vale a pena mantê-las e incrementálas nos próximos eventos a serem realizados.

O apoio de órgãos de fomento (CAPES, CNPq e FAPESB) e de outras instituições públicas (Universidade Federal de Bahia e Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Salvador) e particulares (Casa do Psicólogo; Colégio Módulo; Pinheiro Viagens e Turismo) foi indispensável para a viabilização financeira do evento. Além disso, merece destaque especial o auxílio do Conselho Federal de Psicologia e os Conselhos Regionais de São Paulo (CRP-06) e da Bahia (CRP-03), o que nos mostra a importância da aproximação das entidades científicas com as entidades profissionais, ambas buscando o fortalecimento da psicologia como ciência e como profissão. Sem dúvida, a quantidade e qualidade dos trabalhos apresentados não seria a mesma sem a participação da Comissão Científica e dos avaliadores ad-hoc que dedicaram parte significativa do seu tempo na análise cuidadosa das propostas encaminhadas.

Ainda com a preocupação de registrar o grande valor da divulgação das temáticas relevantes para os interessados na área de psicologia escolar e educacional queremos expressamente agradecer o apoio financeiro que esta revista passou a ter no ano de 2003 do Programa de Auxílio Editoração do CNPq, que viabilizou sua impressão e nos possibilitou garantir sua periodicidade. Esperamos que essa ajuda, somada ao nosso empenho de buscar sempre uma melhor qualidade para nossa revista se reflita no conteúdo e no alcance que os artigos aqui publicados possam ter, favorecendo o impacto que um periódico científico pretende alcançar na sua área de abrangência. Assim, estaremos de fato abrindo novas e amplas perspectivas para a área de Psicologia Escolar/Educacional.

Acácia Aparecida Angeli dos Santos

Volver al Indice de Artículos


 

Test de Orientación Vocacional
 


Cómo triunfar
en los exámenes

 



EL SER HUMANO QUE ESTUDIA Y DESARROLLA SUS APTITUDES INTELECTUALES Y EMOCIONALES, TIENE MÁS POSIBILIDADES DE PROGRESO EN LA VIDA,
Y OBVIAMENTE HABRÁ DE SENTIRSE MEJOR CONSIGO MISMO.

Contacto


Técnicas | Memoria | Comunicación | Lectura Veloz | Inteligencia | Investigación | Comprensión de textos | Vocabulario